Blog da Emboé

  • Como está indo a execução do seu planejamento para o ano?

    18 julho 2018

    Já escrevi em outro post sobre a importância de realizarmos o nosso planejamento de objetivos e metas para o ano e também como podemos fazer isso! (se não leu, clica aqui e vai lá)

    Sem dúvidas que refletir e planejar o que desejamos é fundamental! Só que mais importante ainda é executar o plano e ir acompanhando os resultados alcançados! #segueoplano

    Só que o tempo passa, muitas coisas acontecem na nossa vida e o que acontece com o plano? As vezes fica esquecido num caderno, numa folha de papel que você nem sabe onde está, e que nem sempre é seguido, acompanhado ou ajustado.

    Fica tranquilo se você está nessa situação, não precisa se preocupar, pois esse post vai te ajudar a botar o plano no eixo! Ainda dá tempo! Corre lá! Vamos juntos!

    Elaborar um planejamento nos dá a sensação que o objetivo já está logo ali para ser alcançado, o famoso “agora é só fazer”! Já escutou essa?
    É ai que mora um dos grandes riscos da não implementação de um plano: Subestimar a execução! Acabamos achando que vai ser tranquilo fazer aquilo que planejamos, #SQN.

    Um outro ponto de atenção é que podemos ficar achando que a vida vai nos dar um sinal quando estiver na hora de agir… Alguma mensagem mística que irá vir para nos falar que é a hora de agirmos. #SQN (2)

    Ainda por cima esquecemos que considerar que existe a procrastinação, imprevistos e a preguiça, nossos maiores inimigos, e que irão sem dúvida aparecer no momento da execução.

    O fato é que nós brasileiros, culturalmente, não somos disciplinados para seguir um plano com disciplina! Um estudo sobre efetividade da gestão de projetos em instituições no Brasil aponta que 90% dos projetos estouram o seu prazo de execução (acesse aqui).

    E ainda somos um dos países mais preguiçosos do mundo segundo um estudo da Universidade de Stanford. Veja a reportagem!

    Mas fica calmo, pois você não está sozinho nessa e temos algumas dicas que podem ajudar a corrigir o rumo!

    Em seu livro “Execução – A disciplina para atingir resultados”, o autor indiano Ram Charan fala sobre os lindos planos estratégicos desenvolvidos que não conseguem sem implementados e os caminhos para a execução, mesclando estratégia e realidade.

    O Ram Charam nos ensina que precisamos ajustar e adaptar nosso plano à realidade conforme formos executando.

    Logo, precisamos executar para depois perceber se o plano está fazendo realmente sentido. Se a gente não se mexer, não vamos perceber as dificuldades e não teremos a oportunidade de ajustar nosso planejamento de acordo com a realidade que vivemos.

    Se queremos alcançar resultados em nossas vidas ou no trabalho, temos que nos dedicar para que isso ocorra, nos organizando e agindo com clareza de propósito!

    Vamos fazer um exercício rápido?

    Olhe bem para o planejamento que você desenvolveu para o seu ano e pense no que você já executou e o que você pode executar em seguida para alcançar os objetivos definidos!

    Mas não adianta só executar, é preciso avaliar essa execução e tomar novas decisões! Para qualquer tipo de plano, seja ele pessoal ou corporativo, o Pequeno Príncipe nos ensina uma lição valiosa sobre monitoramento:

    Precisamos agir, monitorar e corrigir o plano para alcançar o sucesso! Quando saímos do ponto A, em direção a um ponto B, sempre temos que ir ajustando o caminho ao longo do tempo para garantir a nossa chegada o mais próximo possível desse ponto desejado:

    Essa ação de corrigir o plano consiste no famoso monitoramento e controle!

    Continuando nosso exercício…

    Após agir e executar o seu plano anual, você viu que ele ou um de seus objetivos caducou? Fique tranquilo, pois isso é normal!

    A questão é que não dá para falar que o plano está ruim e não fazer nada. É preciso ajustar o plano ou o objetivo para algo que faça sentido para você nesse momento, olhando para a realidade, vendo o que está acontecendo e ajustando o desvio para alcançar o resultado desejado diante da realidade encontrada…

    Precisamos botar o plano na nossa cara e AGIR. Olhar para ele diariamente, monitorar e corrigir!

    Acredito muito no processo de planejamento e o resultado que ele gera com a reflexão feita. Mas a execução é onde bicho realmente pega, onde filho chora e a mãe não vê, onde o coro come, onde a chapa esquenta!

    É na execução que devemos ter mais FOCO!

    Não estou falando para largar o plano totalmente de lado, pois deve haver um foco na execução guiado pelo planejamento. Se não, acaba virando um correria desesperada e sem rumo que não irá ter levar a lugar nenhum…

    Então é necessário agir e ver o que acontece, quebrar a cara ao longo do caminho e lidar melhor com as frustrações, sabendo que isso vai acontecer e que faz parte do processo!

    Pessoas que tem muito foco na execução sabem disso e percebem que se nada está acontecendo, é sinal que você precisa agir o quanto antes

    Então, você vai ficar aí parado ou vai começar a agir?

    Pegue o seu plano, ajuste ele e siga em frente logo ;)

    Bora alcançar nossos objetivos, pois ainda há tempo!

    Abraços,
    Bernardo Mudjalieb
    Coach e Consultor na Emboé

Deixe um Comentário